Prática Previdenciária de Sucesso: 50 Dicas que os Especialistas não te contam


O livro nasceu da necessidade de anotar todas as sacadas mais importantes sobre prática previdenciária

Acesso imediato

Satisfação Garantida

Compra 100% segura

e-book

Absorver conhecimentos que só viriam com anos de prática
Conquiste mais clientes na primeira consulta demonstrando seu domínio no direito previdenciário.

Aprender o direito previdenciário com exemplos reais.
Dominando o raciocínio por trás dos cálculos previdenciários, você encontrará o valor correto do benefício, garantindo a satisfação do cliente.

  • Dica 1 – Procuração x reconhecimento de firma  
  • Dica 2 – Vistas e cópia sem procuração  
  • Dica 3 – Autenticação de cópia de documentos  
  • Dica 4 – Requerimentos em qualquer agência  
  • Dica 5 – Recusa de protocolo de requerimento por falta de documento  
  • Dica 6 – Retenção de documentos originais  
  • Dica 7 – Acesso à informação  
  • Dica 8 – O atendimento deve ser por escrito, completo e detalhado  
  • Dica 9 – Faça uma procuração específica, não use a procuração do site do INSS  
  • Dica 10 – Tenha um contrato de honorários bem escrito, específico para a advocacia previdenciária  
  • Dica 11 – Não retenha documentos originais dos clientes  
  • Dica 12 – Sempre peça a senha eletrônica (CADSENHA) do cliente  
  • Dica 13 – Data da solicitação do agendamento x data do atendimento  
  • Dica 14 – Reafirmação da DER  
  • Dica 15 – Entenda e decore as principais siglas do universo previdenciário  
  • Dica 16 – O Gerente da Agência  
  • Dica 17 – Obrigatoriedade do Prévio Requerimento Administrativo  
  • Dica 18 – Leve um pen drive e/ou CD  
  • Dica 19 – Conheça os nomes das principais telas no Plenus-CV3  
  • Dica 20 – Anote todas as conversas com o cliente  
  • Dica 21 – O direito ao melhor benefício  
  • Dica 22 – A pesquisa externa  
  • Dica 23 – Reconhecimento de união estável para pensão por morte  
  • Dica 24 – Seguro-desemprego é benefício previdenciário  
  • Dica 25 – Juízes não podem se recusar a receber advogado  
  • Dica 26 – Advogado pode acompanhar perícia médica  
  • Dica 27 – Contagem inicial do prazo decadencial para revisão de benefício  
  • Dica 28 – Decadência nem sempre é aplicada na revisão de benefícios previdenciários  
  • Dica 29 – Suspensão de benefício sem oportunizar defesa  
  • Dica 30 – Tenha bons livros para consulta  
  • Dica 31 – Não menospreze o estudo dos cálculos previdenciários  
  • Dica 32 – Códigos de Contribuição e Código dos Benefícios  
  • Dica 33 – Informações e documentos constantes em base de dados oficiais  
  • Dica 34 – A equação da comprovação do tempo de contribuição  
  • Dica 35 – Documentos aptos a provar tempo de contribuição  
  • Dica 36 – Como provar remuneração ou salário de contribuição  
  • Dica 37 – Prova testemunhal no INSS  
  • Dica 38 – A Justicação Administrativa  
  • Dica 39 – Prova pericial no INSS  
  • Dica 40 – Perícias médicas regulares na aposentadoria por invalidez  
  • Dica 41 – Efeitos da sentença trabalhista perante o INSS  
  • Dica 42 – Atualização ou acerto de dados do CNIS  
  • Dica 43 – Benefício por incapacidade conta como tempo de contribuição, carência e salário de contribuição  
  • Dica 44 – Como comprovar atividade rural  
  • Dica 45 – Recolheu com o código / valor / no de documento / competência errado(s). O que fazer?  
  • Dica 46 – Planeje seu atendimento / suas consultas  
  • Dica 47 – Cliente sofreu acidente de trabalho e a empresa não quer emitir CAT  
  • Dica 48 – Rendimentos (não) computados para concessão do Benefício Assistencial de Prestação Continuada (LOAS)  
  • Dica 49 – Dica mágica para sanar (quase) qualquer dúvida  
  • Dica 50 – Deveres e obrigações funcionais do servidor público

R$97,00