Empreendedorismo jurídico e o sucesso do seu escritório


       Hoje só se mantém forte no mercado quem é resiliente o bastante, isto é, quem tem capacidade de se recobrar facilmente ante a adversidades ou se adaptar às mudanças da melhor maneira possível.

     Entretanto não basta estar forte no mercado, é preciso fazer um trabalho constante no sentido de alimentar e manter a estabilidade desse sucesso. Uma ferramenta bastante indicada para chegar a esse fim é o chamado empreendedorismo jurídico.

     O empreendedor jurídico vai além daquele conceito antigo e puramente técnico de advogado. A faculdade prepara o estudante para ser advogado, não para ser advogado empreendedor. Para aqueles que não são empreendedores natos a boa notícia é que tal virtude pode ser trabalhada e desenvolvida.

     Sobre o tema empreendedorismo, vem a calhar o livro Viagem ao mundo do empreendedorismo de Rita de Cássia da Costa Malheiros,Luiz Alberto Ferla e Cristiano J.C. de Almeida Cunha; no qual tem um teste que identifica suas características empreendedoras mais desenvolvidas e também aquelas menos afloradas, as quais podem ser aperfeiçoadas e trabalhadas cada dia mais.

Você tem perfil empreendedor?

FONTE: Baseado no teste exposto no site http://www.intermanagers.com.br

Grau com que cada afirmação expressa uma característica sua
ALTO MÉDIO BAIXO
Eu sou ambicioso e tenho a pretensão de prosperar financeiramente.
Gosto de adquirir novos conhecimentos.
Avalio minhas experiências positivas e negativas e aprendo com elas.
Tenho iniciativa própria.
Tenho coragem para assumir riscos.
Consigo superar derrotas e adversidades.
Sou capaz de expressar minhas idéias de maneira clara.
Trabalho persistentemente até alcançar um objetivo.
Possuo a capacidade de negociar.
Tenho habilidade para fazer novos contatos de negócios.
Consigo bons resultados mais do que a média das pessoas.
Tenho a capacidade de administrar pessoas.
Confio nos outros.
Sei compreender os erros dos outros.
Sou capaz de fazer um elogio ou delegar uma tarefa.
Conto com a experiência e os conhecimentos necessários nas áreas em que pretendo atuar.
Sou capaz de fazer planos em curto e longo prazos.
Estou sempre em busca de novas maneiras para melhorar as situações.
Costumo fazer um controle financeiro.
Tenho reservas suficientes para cobrir minhas despesas pessoais e da empresa até que o empreendimento seja rentável.
Minha família e amigos apóiam os meus projetos.
Estou disposto a abrir mão do tempo livre, de hobbies e férias até que o negócio esteja estabelecido.
Estou me tornando independente por vontade própria.
Sou capaz de influenciar pessoas e liderar equipes.
Consigo manter o controle em situações de estresse.
Sou autocrítico.
Compreendo a importância de desenvolver parcerias.
NÚMERO DE OCORRÊNCIAS

          Agora que você já preencheu os campos e somou o número de ocorrências, saberá se tem ou não características de empreendedor. Para lhe ajudar na avaliação, observe em qual dos três níveis se encontra sua pontuação:

AVALIAÇÃO
ALTO = 3 PONTOS MÉDIO = 2 PONTOS BAIXO = 1 PONTO
Observe suas características
De 0 a 27 pontos As características que você tem atualmente não são indicadas para o empreendimento de negócios próprios. Mas não desista! Identifique as suas características mais deficientes, procurando desenvolvê-las. Aceite o desafio de procurar superá-las sempre que enfrentar uma situação em que essas características sejam exigidas.
De 28 a 54 pontos Você tem grandes chances como empreendedor, mas precisa
melhorar seu conhecimento e disposição. Cursos, leituras e visitas a feiras e eventos especializados podem ajudá-lo nesse desafio. Se tudo começa com um sonho, busque conquistar as condições ideais para realizá-lo.
De 55 a 81 pontos Parabéns! Você tem as características ótimas para alguém que deseja empreender um novo negócio. Apresenta capacidade de explorar novas oportunidades, independentemente dos recursos que tem à mão. Embora isso não seja garantia de sucesso, indica que você tem espírito empreendedor. Aproveite-o e vá em busca da realização de seus sonhos.

          Não desanime se sua pontuação foi baixa no teste. Isso não representa uma verdade absoluta, é apenas um parâmetro para você fazer uma auto-análise. Agir como empreendedor é uma questão de treino e prática. Você consegue, basta estimular.

Leia também:

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A GESTÃO DE UM ESCRITÓRIO

DOGMAS DA ADVOCACIA DO SÉCULO XXI

Anterior O que você precisa saber sobre a gestão de um escritório
Próximo Aposentadoria por tempo de contribuição ou Aposentadoria por tempo de serviço